TV CONSUMIDOR Masper TV ONLINE TOP Consumidor NOTÍCIAS RECOMENDAMOS QUEM SOMOS CONTATO  
IA e LGPD: uma relação complexa
   
     
 


27/05/2024

IA e LGPD: uma relação complexa
Artigo de Esdras Moreira, CEO da Introduce

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) do Brasil representa um marco significativo na regulamentação de dados pessoais e impõe uma série de obrigações às organizações que processam dados pessoais. A inteligência artificial (IA), por outro lado, é um assunto presente em todas as esferas e uma tecnologia que tem o potencial de processar uma quantidade vasta de dados pessoais para diversas finalidades, desde a melhoria de serviços até a tomada de decisões automatizadas.

A relação entre a LGPD e a IA é complexa e multifacetada. Por um lado, a IA pode ser vista como uma "vilã" no contexto da proteção de dados, especialmente se as organizações usam IA sem considerar as implicações da LGPD. Isso pode acontecer de várias maneiras:

1. Violação de Privacidade: Algoritmos de IA podem analisar e correlacionar dados de maneiras que invadem a privacidade das pessoas, identificando informações sensíveis ou criando perfis detalhados dos usuários sem o seu consentimento explícito.

2. Decisões Automatizadas: A IA pode tomar decisões automáticas baseadas em dados pessoais que afetam os indivíduos de maneira significativa, sem a devida transparência ou a possibilidade de contestação.

3. Segurança de Dados: Os sistemas de IA podem ser vulneráveis a ataques que resultem em vazamentos de dados pessoais, especialmente se não forem implementadas as medidas de segurança adequadas. Além disso, plugins de IAs ou comumente conhecidos como conectores/integradores de dados, podem ser uma vulnerabilidade de fuga de informações.

Para as organizações que ainda não formalizaram o uso da IA dentro de seus processos de conformidade com a LGPD, há um risco latente que muitas vezes é subestimado. Em muitos casos, mesmo sem uma estratégia de IA oficialmente adotada pela empresa, os funcionários podem já estar se apoiando em ferramentas e soluções de Inteligência Artificial para auxiliar nas suas rotinas de trabalho. Esta adoção informal pode incluir desde simples assistentes virtuais até algoritmos de análise de dados mais complexos, utilizados para aumentar a eficiência ou melhorar a tomada de decisões.

Embora essas ferramentas possam oferecer benefícios imediatos em termos de produtividade, elas introduzem um risco significativo no que diz respeito à LGPD. Sem a devida governança, políticas e controles, o uso dessas soluções pode levar ao processamento inadequado de dados pessoais, à falta de transparência, e até mesmo a brechas de segurança que podem resultar em vazamentos de dados e outras violações de privacidade. Sem contar ainda com a vulnerabilidade quanto a dados estratégicos e sigilosos da empresa, colocando em risco também sua marcar e reputação. Assim, o que começa como uma tentativa de melhorar a eficiência pode rapidamente se transformar em uma vulnerabilidade legal e operacional.

Por outro lado, a IA pode ser uma aliada poderosa na implementação e no impulsionamento da aplicabilidade da LGPD, de diversas formas:

1. Automatização da Conformidade: A IA pode auxiliar as organizações a identificarem e classificarem dados pessoais automaticamente, facilitando a gestão do consentimento e a implementação de políticas de privacidade.

2. Análise de Riscos: Sistemas de IA podem ser usados para apoiar as análises de risco e impacto à proteção de dados (RIPD), prevendo e mitigando potenciais violações de dados antes que elas ocorram.

3. Resposta a Incidentes: A IA pode melhorar a eficiência na resposta a incidentes de segurança, identificando rapidamente as violações e auxiliando no processo de notificação às autoridades e aos titulares dos dados.

4. Treinamento e Conscientização: Plataformas de educação baseadas em IA podem fornecer treinamento personalizado e escalável para funcionários sobre LGPD e melhores práticas de proteção de dados.

Para organizações que desejam implementar a LGPD e utilizar a IA de forma responsável, é fundamental adotar uma abordagem holística que integre a conformidade com a LGPD em todas as etapas do desenvolvimento e implantação de sistemas de IA. Isso inclui a realização de avaliações de impacto à proteção de dados, a garantia de transparência nas operações de IA, e a implementação de medidas de segurança robustas.

É preciso ter experiência e compreensão das nuances da LGPD para assegurar a conformidade de uma empresa, mas também utilizar a IA e outras tecnologias de forma a valorizar e proteger os dados pessoais dos usuários, consolidando a IA como uma ferramenta de empoderamento e inovação responsável e possibilitando o crescimento seguro das organizações. 

Fonte: Aceká Marketing Digital
Autor: Gláucia Civa Kirch
Revisão e edição: de responsabilidade da fonte
Autor da foto: Divulgação


Imprimir Enviar link

   
     
 
Comentários
 0 comentários


   
       
     


     
   
     
   
     
 


























 
     
   
     
 
 
 
     
 
 
     
     
 
 
       

+55 (51) 2160-6581 e 99997-3535
appel@consumidorrs.com.br