TV CONSUMIDOR TVU ONLINE FEDC - RS NOTÍCIAS RECOMENDAMOS QUEM SOMOS CONTATO  
Gradual e lento crescimento para o setor Óptico
   
     
 


18/08/2017

Gradual e lento crescimento para o setor Óptico
Empresários do setor esperam que a retomada de negócios ganhe força nos próximos meses

A desejada retomada do crescimento econômico em todo o país reflete-se ainda de uma maneira muito tímida para o segmento de óptica no Rio Grande do Sul. A avaliação é da Associação do Comércio de Joias, Relógios e Óptica do Rio Grande do Sul (Ajorsul) que aponta já um volume maior e estabilidade nas vendas, mas que não pode ainda ser comemorada porque os valores médios tiveram redução estimada de até 30% na comparação com o período pré-impeachment.

- Historicamente, o momento após um episódio político traumático como ditadura e/ou Impeachment, apresenta um crescimento quase imediato. No setor óptico, houve um acréscimo de vendas, entretanto, com valores abaixo dos que eram praticados anteriormente, fazendo o ticket médio cair muito em relação à aquela época - afirma o presidente da Ajorsul, Eduardo Machado.

Outro fator fundamental para esse cenário são os avanços tecnológicos para a fabricação no segmento. Por conta dos processos Free Form, que proporciona a produção de uma lente progressiva sem depender da indústria, os pequenos fabricantes passaram a elaborar um produto próprio, com valores reduzidos.

Diante dessa realidade, quem mais sente as consequências é o varejo. Além da queda do ticket médio, existe a preocupação com tendências observadas no exterior, onde as grandes grifes do setor óptico apresentam organizações próprias para vendas, assim como a reação do consumidor que faz um comparativo maior na busca da melhor compra.

- O produto que antes era vendido, por exemplo, por R$ 1.000, agora é comercializado pela metade do preço. Assim, a concorrência entre indústrias acaba colocando os preços cada vez mais para baixo – completa.

O surgimento de estabelecimentos da própria marca e o uso do e-commerce também prejudicam o rendimento das pequenas lojas, que acabam suprimindo os itens desta marca de suas prateleiras por não conseguir concorrer.

Fonte: PlayPress
Autor: Giovanni Andrade. Coordenação: Marcelo Matusiak
Revisão e edição: de responsabilidade da fonte

Imprimir Enviar link

   
     
 
Comentários
 0 comentários


   
       
     



     
   
     
   
     
 




































 
     
   
     
 
 
 
     
 
 
     
     
 
 
       
Rua Dr. Flores n. 263, conjunto 1101
CEP: 90020-122 - Porto Alegre/RS
+55 (51) 3321.3535 / 9997.3535
appel@consumidorrs.com.br